CLUBE EUROPEU > Fundamentação e Regulamento Interno

Os Clubes Europeus são uma iniciativa, lançada em 1986, decorrente da experiência de pertença de Portugal ao Conselho da Europa, bem como da adesão à Comunidade Europeia.

Esta iniciativa alcançou uma projeção significativa no continente europeu, tendo Portugal desempenhado a função de Coordenação da Rede Internacional de Clubes Europeus até 2007.

A Coordenação da Rede Nacional de Clubes Europeus é da responsabilidade do Ministério da Educação e Ciência, tendo sido transferida em abril de 2010 do Gabinete de Estatística e Planeamento da Educação (GEPE) para a DGIDC, atual Direção-Geral da Educação (DGE).

O Clube Europeu tem por objetivos:

  • Criar entre os seus membros um verdadeiro espírito europeu de cidadania ativa e transmiti-lo aos outros membros da comunidade em que estão inseridos;
  • Promover, com o recurso a parcerias, ações de dinamização tendentes a uma melhor informação sobre:
    • a) A Europa (aspetos geográficos, históricos, culturais, económicos, etc.);
    • b) As Instituições Europeias (estrutura, funcionamento, objetivos, etc.);
    • c) Os Estados Membros da União Europeia e do Conselho da Europa (a vida política, social, cultural, etc.);
    • d) O património cultural e natural da Europa;
    • e) Os problemas com que se defronta a Europa contemporânea;
    • f) Os objetivos da integração europeia;
    • g) Declaração Universal dos Direitos Humanos. – Contribuir para a compreensão do pluralismo europeu, nas suas semelhanças e nas suas diferenças;
  • Contribuir para a compreensão e tolerância reciprocas;
  • Contribuir para a tomada de consciência relativamente à interdependência europeia e mundial, e à necessidade de cooperação;
  • Contribuir para a criação do sentido de responsabilidade no que respeita à paz, aos direitos do homem e à defesa e conservação do ambiente e do património cultural.