Mensagem aos alunos – Professora Ana Brito

Julho do Ano letivo 2016/2017

Olá!

Esta mensagem é essencialmente para os alunos do Agrupamento de Escolas da Murtosa que merecem, sem dúvida, receber os parabéns pelo trabalho desenvolvido ao longo do ano letivo e pela prestação nos Exames Nacionais.

Dizem alguns que estes valem o que valem, eu também digo o mesmo, mas como Docente senti uma necessidade genuína de vos dizer que valeu a pena, sim!

Valeu por todos os momentos que passaram na sala de aula a olhar para o teto, valeu os gritos desesperados para captar a vossa atenção, valeu a vossa pontualidade e assiduidade, e quando isto não acontecia, também valeu a falta de presença, a falta disciplinar, o “sermão e missa cantada”, os registos para o Encarregado de Educação…

Também valeu a pena as horas passadas a ler e escrever com ou sem sinais de pontuação, a fugir às regras de vez em quando e a cumprir “à risca” os textos e a gramática. Não houve tempo para o tal filme pedido desesperadamente por um aluno do 9ºA e nem sempre o sentido de humor esteve presente quando permanentemente desafiado.

Havia cansaço, alegria, curiosidade, satisfação, desilusão, certezas e dúvidas, empenho e vontade, o querer e a brincadeira, a frustração e a ambição, as palavras todas e o silêncio, a força e a fraqueza, a ousadia e a simplicidade, a verdade e a falta dela, o orgulho e a saudade…

Meninos, continuem nesse caminho com a convicção que outros Professores virão dizer que estes grandes “malandros” são capazes de grandes malandrices!

Com carinho,

Ana Brito

Desejo-te Tempo!  
  
 Não te desejo um presente qualquer,  
 Desejo-te somente aquilo que a maioria não tem.  
 Desejo-te tempo, para te divertires e para sorrir;  
 Desejo-te tempo para que os obstáculos sejam sempre superados 
 E muitos sucessos comemorados.  
 Desejo-te tempo, para planear e realizar,  
 Não só para ti, mas também para os outros.  
 Desejo-te tempo, não para ter pressa e correr,  
 Desejo-te tempo para te encontrares,  
 Desejo-te tempo, não só para passar ou vê-lo no relógio,  
 Desejo-te tempo, para que fiques;  
 Tempo para te encantares e tempo para confiares em alguém.  
 Desejo-te tempo para tocares as estrelas,   
 E tempo para crescer e amadurecer.  
 Desejo-te tempo para aprender e acertar,  
 Tempo para recomeçar, se fracassares... 
 Desejo-te tempo também para poder voltar atrás e perdoar. 
 Desejo-te tempo, para ter novas esperanças e para amar. 
 Não faz mais sentido protelar. 
 Desejo-te tempo para ser feliz. 
 Para viver cada dia, cada hora como um presente. 
 Desejo-te tempo, tempo para a vida. 
 Desejo-te tempo. Muito TEMPO!